Visão política e eleitoreira atrasa vacinação, critica empresário Janguiê Diniz
05/03/2021 06:37 em Notícias

Entrevistado do Brasil Econômico ao Vivo desta quinta (4) afirma que o setor produtivo do país estava interessado em adquirir vacinas para imunizar funcionários, mas a gestão pública os atrapalhou

Entrevistado na live do  Brasil Econômico desta quinta-feira (4) , o empresário e fundador do grupo Ser Educacional, Janguiê Diniz, afirma que o setor produtivo compraria vacinas e as aplicaria em seus funcionários se pudesse, mas a “antecipação das eleições” por parte do Governo Federal atrapalha a imunização.

 

Fundador da rede de universidade que tem mais de XX mil funcionários, Diniz diz que “já estava pronto para comprar vacina e aplicar em todos os meus colaboradores, e muito outros empresários fariam o mesmo”, o que, na visão dele, aliviaria muito a carga dos estados, dos municípios e da União. “Acredito que se pudéssemos comprar, seria algumas milhões de vacinas a menos nos custos do Governo Federal”, diz.

O governo, entretanto, adotou uma visão política e eleitoreira que impede a imunização geral, afirma, e nessa briga de egos, quem perde é o povo e a economia brasileira. 

Leia também

Diniz avalia que o governo agiu mal durante a pandemia ao não propor uma diretriz conjunta entre os membros da federação. Ainda assim, ele considera que o auxílio emergencial e as medidas trabalhistas são positivas, apesar de não alcançarem toda a população.

O empresário aponta que somente a vacinação pode tirar o país da crise econômica e sanitária, além de a medida devolveria a esperança para o povo e para os investidores, que, segundo ele, já não querem investir aqui. 

“Mesmo que se gaste bilhões de reais na compra de vacinas, seria mais barato que enfrentar esse tombo e esse prejuízo que vivemos”, destaca. 

 

 

 

Fonte: Economia - iG @ https://economia.ig.com.br/2021-03-04/visao-politica-e-eleitoreira-atrasa-vacinacao-critica-empresario-janguie-diniz.html

COMENTÁRIOS